Nova Ortografia Resumida (Parte 2)

Dando continuidade na série da nova ortografia resumida, hoje começaremos a falar de acentuação gráfica.
Caso você não tenha lido ou queira relembrar o que rolou nas últimas semanas, os links dos posts passados são:

– Introdução
– Parte I (O novo alfabeto e o trema)


Muito bem! Agora vamos ao que interessa!

Para entendermos de acentuação gráfica, temos que saber um pouco de tonicidade e para isso basta conhecermos quatro termos gramaticais: Oxítonas (1), Paroxítonas (2), Proparoxítonas (3) e Monossílabos Tônicos (4). Nos post de hoje daremos foco na Oxítona.

foc_na_oxitona

0. Mas antes, o que seria tonicidade?

A tonicidade é o que faz uma sílaba destacar-se das outras conforme pronunciarmos a palavra. As palavras do quadro abaixo, por exemplo, possuem a sílaba tônica destacada em negrito. Observe sua tonicidade conforme articulada – essas sílabas em negrito são pronunciadas mais fortes que as outras (sim, você terá que dizê-las em voz alta, para pagar mico sozinho – e para não esquecer mais!):

clássico pincel molia
casa eficaz impressão
árvore desgosto ônibus

Quando as palavras possuem mais de uma sílaba (como todas apresentadas no quadro anterior), pode haver acento na última sílaba (oxítonas), na penúltima (paroxítonas) ou na antepenúltima (proparoxítonas).
IMPORTANTE: NUNCA, mas NUNCA há acento na quarta, quinta ou mais distantes que forem as sílabas. O máximo de tonicidade de uma palavra é na terceira sílaba DO FINAL PARA O COMEÇO – que são as proparoxítonas.
Encontramos pela internet várias palavras escritas de forma incorreta, onde inventam uma tonicidade que nunca irá existir, por falta de atenção. Sempre vemos casos errôneos de grafias no diminutivo que permanecem a acentuação, como por exemplo, “automóvelzinho“. Isso está incorreto. Se for passar para o diminutivo, o acento desaparece, ficando apenas “automovelzinho”. Observe como a tonicidade está na penúltima sílaba (“zi”) e não em “mo”, como em “autovel”.

 1. Oxítonas

Como já foi dito, as oxítonas são as palavras que possuem tonicidade na última sílaba, como: capaz, português, vo, a, Ama, autor.
E conforme a ortografia correta, acentuam-se as oxítonas terminadas em a, e, o, em (no singular ou no plural):

Amapá português café(s)
armazém(ens) jacaré(s) metrô(s)
avó(s) paletó(s) você(s)

IMPORTANTE 1: As formas verbais que terminarem em a, e ou o seguidas de lo, los, la e las são acentuadas normalmente. Ex.: fazê-lo/fazê-la, amá-los/amá-las.

IMPORTANTE 2: O acento agudo ainda permanece nas derivações dos verbos ter e vir, quando na 3ª pessoa do singular no presente do indicativo. Assim como o circunflexo, na 3ª pessoa do plural no presente do indicativo. Ex.: ele mantém/eles mantêm, ela detém/elas detêm,  ele obtém/eles obtêm, ela intervém/elas intervêm.
Lembrando que o acento agudo aparece só nos verbos que forem derivados de ter  vir. A forma “primitiva” deles possui somente o circunflexo como diferencial no plural: ele tem/vem, eles têm/vêm.

IMPORTANTE 3: Por falar em acento diferencial, ainda permanece o circunflexo no verbo pôr, diferenciando-o da preposição por, e ambos são monossílabos, não se esqueça! Ex.: Não se esqueça de pôr o acento diferencial./Ele fez isso por sua causa.

IMPORTANTE 4: As oxítonas de som nasal ainda são acentuadas normalmente com o til. Ex.: maçã, irmãs.

IMPORTANTE 5 (o último por hoje, juro!): Ainda permanecem o acento agudo nas oxítonas terminadas nos ditongos abertos éi(s), éu(s) e ói(s). Ex.: anéis, chapéu(s), faróis.


Ufa! Hoje foi um pouco mais longo, mas aos poucos fica bem mais fácil de gravar.

No próximo post continuaremos falando das paroxítonas, proparoxítonas (a mais fácil de todas) e o que mudou na nova ortografia! Até lá!

Continuação

Comentários

comentários

2 Responses to “Nova Ortografia Resumida (Parte 2)”

  1. […] Atualização do Alfabeto e o Trema (Parte I) Tonicidade e Oxítonas (Parte […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *