Livros novos!

Olá, leitores lindos desse blog! Como vocês estão? Estou muito, muito feliz hoje e já vou explicar o porquê.

Ontem, quarta-feira, passei na livraria depois do trabalho porque estava COMPLETAMENTE MALUCA para comprar PAX, um lançamento de julho da editora Intrínseca (claro, tinha que ser). Eu passei o dia todo pensando no livro, relendo a sinopse, admirando sua capa na internet… Ainda nem comecei a lê-lo mas já estou totalmente apaixonada! <3

Mas aí sabe como é, né? A gente entra numa livraria e fica igual criança, querendo TUDO. E eu acabei trazendo mais outros dois lançamentos (um deles de abril, ok) que também parecem ser incríveis. E chegando em casa, havia um quarto livro que havia pedido pela internet me esperando. Ou seja: CHUVA DE LIVROS NOVOS! E todos estarão resenhados em breve!

Cá estou eu para compartilhar com vocês um pouco sobre todos eles e porque eles parecem valer tanto a pena ler.

paxO primeiro deles é Pax, meu novo amor. Lançado no começo de julho pela Editora Intrínseca, conta a história de um menino chamado Peter que encontra um filhotinho de raposa (Pax) e tornam-se amigos inseparáveis. Porém seu pai irá para a guerra e Peter ficará com seu avô, abandonando Pax. Desta maneira, com o coração apertado e com sentimento de culpa, o menino iniciará uma jornada de muitos quilômetros para encontrar seu grande amigo, pois ao lado dele é o seu lugar. Em paralelo acompanharemos as aventuras da raposa em seu novo mundo, mas que ainda espera pelo retorno de seu leal companheiro. (Já estou chorando)

A autora Sara Pennypacker nos emocionará com essa bela história sobre o amor, a lealdade, o ser humano e a natureza. Parece ser realmente lindo. Com certeza ele pegou a senha preferencial e será o próximo da lista de leitura. A propósito, atualmente estou terminando “Precisamos falar sobre o Kevin”, que será a resenha da semana que vem.


uma-mulher-livreO segundo da lista de hoje é Uma Mulher Livre, lançado de junho pelo Grupo Editorial Record. A autora Danielle Steel nos apresenta, dentro de um cenário de Primeira Guerra Mundial, Annabelle: uma personagem inspiradora e de “espírito indomável”. Não se preocupem que tudo o que direi aqui está, de forma parafraseada, na contracapa do livro. Portanto não estou dando spoiler algum. Eu ainda nem mesmo li o livro! Juro que essa é toda a sinopse!

Nascida em uma família muito influente e cheia de luxos em Nova York, Annabelle perde seu pai e irmão mais velho no acidente do Titanic. Sua vida tem uma grande reviravolta e assim ela resolve trabalhar voluntariamente em um hospital, descobrindo sua real vocação. Mesmo depois de acreditar cegamente num futuro casamento com um homem nobre, a vida novamente destrói tudo. Para enfrentar a tristeza, ela parte para a Europa ajudando a cuidar de feridos na guerra, posteriormente conseguindo realizar seu maior sonho: estudar medicina. Mas o destino novamente lhe prega algo que pode mudar de vez a sua vida. Diante de muito sofrimento, dificuldades e grandes perdas, Annabelle não desiste e sempre renasce outra vez. Uma lição de vida!


Alucinadamente Feliz

O penúltimo livro é um lançamento incrível de abril também pela Editora Intrínseca.
Em Alucinadamente Feliz, a autora Jenny Lawson nos faz um depoimento bem humorado e hilário sobre como é viver com os altos e baixos da depressão.

Também autora do best-seller “Vamos fazer de conta que isso nunca aconteceu”, Jenny Lawson ficou conhecida por falar em seu blog “The Bloggess” sobre depressão e distúrbios mentais misturado com um quê de humor negro.

A autora decidiu não se deixar levar pela negatividade e se esforçar ao máximo para sentir-se feliz, consciente de que são essas dificuldades e “esquisitices” que tornam sua vida única – devemos aceitar quem somos, compostos de belezas, falhas e um pouco de loucura, oras!

Não é à toa que temos “Um livro engraçado sobre coisas horríveis” como subtítulo de Alucinadamente Feliz.


stra-peregrine

O último deles vocês provavelmente conhecem: O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Exatamente! A obra em que nosso querido Tim Burton se baseou para dirigir o filme “O lar das Crianças Peculiares”, que estreará em janeiro do ano que vem. (Eba!)

Nesta obra sombria da editora LeYa temos Jacob, um garoto de 16 anos que sempre ouvia seu avô Abraham Portman contar acontecimentos fantásticos sobre os tempos em que vivia no orfanato encantado. Eram histórias sobre crianças peculiares que levitavam, que ficavam invisíveis ou que eram extremamente fortes. Mas depois que cresceu percebeu que isso era apenas contos de fadas… Até o dia em que encontra seu avô morto e decide ir em busca de explicações para o seu passado no orfanato, lançando-se na tal ilha do País de Gales e lá realmente descobre ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine.

Para completar, a narrativa é toda ilustrada com fotografias horripilantes de época, para dar aquele toque assombroso à leitura. Ransom Riggs caprichou!


Pessoal, aproveito o finalzinho do post para salientar que, SIM! Somos mais de mil leitores do blog lá na página do Facebook! Muito obrigada pela força que estão dando. Vocês são demais, estou muito contente!

E se você ainda não segue o blog mas gostou do conteúdo daqui, dá uma curtida na fanpage aí na lateral direita ou clique aqui e dê um joinha no Facebook para sempre ter as atualizações do blog na sua linha do tempo! ;)

Ah! E se puder, também siga o instagram! Lá estou sempre publicando fotos das resenhas novas e das atualizações do blog, além de outras coisas divertidas! :)

Curta, compartilhe com seus amigos! Comente lá no Facebook. A sua opinião é muito importante para o blog continuar crescendo!

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *